Instituto Mauá realiza palestra na Feira do Empreendedor da Bahia

outubro 21, 2013 by  
Filed under Notícias





O Instituto de Artesanato Visconde de Mauá, autarquia vinculada a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE,  marca presença na Feira do Empreendedor  2013, com a realização de uma palestra  intitulada  “Programa de Certificação do Artesanato Baiano – Uma Visão de Mercado”,  nesta quinta-feira (dia 24/10), das 10h  às 12h, na sala 07,  do Pavilhão de Feiras do Centro de Convenções da Bahia, em Salvador. A apresentação é gratuita.

A  palestra  vai ser ministrada pela assessora técnica do Mauá, Vera Ismerin e  pelo designer Rodrigo Lira.  A gestora  é  também coordenadora e membro do comitê do Programa de Certificação do Artesanato Baiano – selo A Bahia feita à mão, e responsável pela elaboração de projetos do segmento artesanal. Já Lira tem grande know how nesta área por atuar em várias comunidades artesanais. Ele é consultor de planejamento, execução e organização da cadeia produtiva do artesanato, especificamente no desenvolvimento dos produtos. O evento  é dirigido aos artesãos e ao público em geral.

Realizada pelo Sebrae, a Feira do Empreendedor 2013, acontece de no período de 22 a 26 próximos, das 13h30 às 22 horas, no Centro de Convenções. E além da palestra, o  Mauá estará presente na área dedicada ao artesanato, com seis quiosques onde vai ter produtos de artesãos, cadastrados ao órgão, para comercialização. Haverá também um balcão com informações sobre a instituição.

Entre os produtos do artesanato baiano exibidos na Feira do Empreendedor,  alguns que receberam  a certificação do  Selo “A Bahia feita à mão”, realizada pelo Mauá, em parceria com o Programa  do Artesanato Brasileiro (PAB), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o   Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e o Sebrae-Ba.

 

Ileana Brito
DRT 1114
Assessoria de Comunicação – Instituto Mauá
18 de outubro de 2013
Contatos: (71)  3116-6187
ascom.maua@maua.ba.gov.br

 

Feira Baiana de Artesanato será realizada em novo espaço

agosto 30, 2013 by  
Filed under Notícias

Comentários desativados





 

Fotos Tacun Lecy

Fotos Tacun Lecy

A mudança para um novo espaço é uma das novidades da 11ª edição da Feira Baiana de Artesanato que vai ser  realizada a partir de 14 de setembro, na Praça Wilson Lins, (antigo Clube Português) na Pituba. O tradicional evento promovido pelo Instituto de Artesanato Visconde de Mauá, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte- SETRE, tem a parceria do Sebrae-ba.

Todos os anos a feira, acontecia do Jardim dos Namorados,  na Pituba, mas,  devido reformas no local, será  transferida este ano, contando com o apoio da prefeitura de Salvador, para a nova praça.  A mudança do espaço foi um dos itens apresentados durante reunião, para  discussão da pauta da FBA 2013/2014,  com a participação de  artesãos baianos  e dirigentes do Mauá, que aconteceu na segunda-feira (19/08), no auditório do  Grande Hotel da Barra.

Fotos Tacun Lecy

Fotos Tacun Lecy

A Feira Baiana de Artesanato será realizada até  30 de março de 2014, aos sábados e domingos (quinzenalmente), das 16 às 22 horas. Na reunião o diretor geral do Instituto Mauá, Elias Dourado, lembrou a importância das parcerias para o desenvolvimento de ações da autarquia. “Também estamos  fazendo visitas a diferentes polos de artesanatos da Bahia, procurando conhecer, acompanhar e apoiar as atividades artesanais em  vilas, povoados, comunidades quilombolas e indígenas”, afirmou.

Na FBA o público tem contato com a legítima produção artesanal do Estado, em barracas, comercializando produtos de artesãos de Salvador e de  cidades do interior. A Feira ainda conta com praça de alimentação, espaço infantil, palco para shows, stand com peças de artistas plásticos e toldos com produtos do Centro Público de Economia Solidária – Cesol e de organizações sociais.

Ileana Brito
DRT 1114
Assessoria de Comunicação – Instituto Mauá
20 de agosto de 2013
Contatos: (71)  3116-6187
ascom.maua@maua.ba.gov.br

.

Showroom de artesanato acontece até domingo

julho 5, 2013 by  
Filed under Notícias





Foto Tacun Lecy

Os turistas e os baianos tem até domingo (07/07)  para visitar o Showroom Brasil Original, que  acontece na praça central do Shopping Barra, em Salvador, com  mostra de produtos de 100 artesãos do Instituto de Artesanato Visconde de Mauá, autarquia vinculada a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – SETRE  e do Sebrae – Bahia.

Entre as centenas de produtos em exposição no espaço, estão os do artesão baiano Augusto Cesar Veloso, que comemora a oportunidade de ter seu trabalho reconhecido, de uma boa divulgação com o contato de um público diversificado, além de conseguir realizar bons negócios. “Esta iniciativa realmente é muito válida e importante  para mostrar um pouco do nosso talento  e vender nossas peças. Vale salientar que também  temos contato direto com artesãos de diversas partes do país”,  diz. Ele destaca ainda que foram gratificantes os elogios recebidos pelos visitantes no local. “Estou feliz, fiz muitos contatos e vendi quase todas as minhas obras”, conta Veloso que,   é de Salvador,  e, trabalha “com a interpretação dos divinos”, em material de madeira (de demolição) e cerâmica.

Nos estandes armados  obras  de artesãos  baianas,  como esculturas em cabaças, toalhas e colchas de rendas de bilro ( da Rendavan),  bandejas, bonecas, flores de cerâmica e de palha, pulseiras e colares de cascalhos de pedras,  jogos americanos de linha e palha,  bongo e agogô de coco, mandalas de cerâmicas, relicários e outros.

Entre os produtos exibidos, alguns que receberam  a certificação do  selo “A Bahia feita à mão”, realizado pelo Mauá, em parceria com o Programa  do Artesanato Brasileiro (PAB), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o   Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro) e o Sebrae-Ba.

Além de trabalhos de várias cidades  da  Bahia, podem ser conferidos no showroom artesanatos do Distrito Federal,  Amazonas, Paraíba,Piauí e Sergipe. O Brasil Original é uma iniciativa do Sebrae Nacional e está acontecendo nas cinco cidades que receberam os jogos da Copa das Confederações: Brasília, Fortaleza, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Salvador.

Ileana Brito

DRT 1114

Assessoria de Comunicação – Instituto Mauá

05 de julho de 2013

Contatos: (71)  3116-6187 

ascom.maua@maua.ba.gov.br

Mauá promove VI Encontro de Artesãos da Bahia nesta terça-feira

março 18, 2013 by  
Filed under Notícias






O Instituto Mauá, em parceria com o Sebrae/Ba, promove nesta terça-feira (19/03), das 8 às 17h, na Fundação Luís Eduardo Magalhães, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), o VI Encontro de Artesãos da Bahia. O evento contará com participação de 400 artesãos individuais, cooperados e associados, quando será lançado o livro e DVD “Conversa Quilombola: Artesanato e Tradição do Quilombo de Campo Grande – Santa Terezinha/Bahia”. Também haverá o lançamento de um DVD institucional com as ações do Instituto.
O encontro marca também a comemoração pela passagem do Dia do Artesão, 19 de março, e além da confraternização será uma oportunidade dos artesãos apresentarem as principais demandas de cada localidade e discutirem, junto ao Mauá e ao Sebrae. O diretor geral do Instituto Mauá, Elias Nunes Dourado, ressalta a importância do lançamento do livro e DVD na missão de preservar rico patrimônio cultural, servindo como incentivo para que outras comunidades contem suas histórias, com o devido registro para as futuras gerações.
A programação inclui ainda apresentação do Coral da Secretaria do Trabalho Emprego Renda e Esporte (Setre), palestra do design, de São Paulo, Marco Aurélio Saad Pulchério, palestra da artista plástica baiana, Iaçanã Simões, que vai abordar o tema: “Base Conceitual do Artesanato: ampliando conceitos”, entre outras atividades.

Feira do Empreendedor 2011

agosto 25, 2011 by  
Filed under Notícias





Estão abertas as inscrições para a Feira do Empreendedor 2001. Promovido pelo Sebrae/BA, o evento contará com cerca de 350 eventos de capacitação, entre oficinas, palestras e seminários com foco na gestão de negócios. São mais de 18 mil vagas.

Os artesãos interessados em participar precisam ser cadastrados no Instituto Mauá e estarem com a Carteira do Artesão validada. Também é preciso ser formalizado em associações, cooperativas, Empreendedor Individual, micro e pequenas empresas; e é necessária a comprovação com CNPJ. Além destes registros, é preciso ter participação comprovada nos Projetos Estruturantes e ações de qualificação desenvolvidos pelo Sebrae/BA em parceria com o Mauá; e ter desenvolvido produtos inovadores e de qualidade para o mercado.

A Feira acontece de 4 a 8 de outubro, no Centro de Convenções da Bahia, em Salvador. Inscrições gratuitas até o dia 30 de setembro, no site oficial do evento (www.feiradoempreendedor.ba.sebrae.com.br). Após esta data, a inscrição só poderá ser efetivada nos dias da Feira e mediante pagamento de R$ 5.

Para participar das palestras, a taxa é de R$ 20. Entre os temas abordados, “Empreendedorismo, Inovação e Criatividade”, “Abordagens inovadoras no atendimento ao cliente”, “Encontrando a sua oportunidade de negócios”, “Gestão de Estoque”, “Elaborando um Plano de Negócios” e “Acesso a crédito”. Já as oficinas irão abranger desde confecção de bijuterias e planejamento de coleções de moda a automaquiagem, barismo e bolos confeitados. A taxa é de R$ 10.

Cada palestra terá duração de 1h30, enquanto as oficinas serão de 1h ou 2h. A Feira também conta com o Circuito Empresarial (R$ 75 e duração de 4h). Todos os participantes receberão certificado.

Para os eventos gratuitos, a inscrição só poderá ser feita no dia da Feira em que o evento for acontecer e cada visitante só poderá participar de dois eventos gratuitos por dia. Para as inscrições nas palestras, oficinas e no Circuito Empresarial feitas até o dia 30/9, o pagamento pode ser feito com boleto bancário, transferência ou cartão de crédito. Depois dessa data, a inscrição nos eventos só poderá ser realizada nos dias da Feira, com pagamento em dinheiro – exceto para o Circuito Empresarial, que não haverá venda no local.

Parceria Mauá e Sebrae/BA garante bons negócios para os artesãos

agosto 2, 2011 by  
Filed under Notícias





Artesãos baianos tiveram a oportunidade de negociar suas peças diretamente com empresários de diversos estados brasileiros em mais uma edição da Rodada de Negócios, encerrada na última sexta-feira (29), em Salvador. Fruto de parceria entre o Instituto Mauá e o Sebrae/BA, o evento criado em 2008 se consolidou como oportunidade de firmar boas parcerias, gerar renda e garantir maior visibilidade à produção local. “O grande lance é que os artesãos não têm a disponibilidade de buscar parcerias em outros estados. Então, a Rodada traz esses compradores até eles e possibilita a abertura e o acesso a novos mercados”, pontuou a diretora geral do Instituto, Emília Almeida.

Em sua 4ª edição, a Rodada reuniu 27 empresas e 29 artesãos – entre associações, cooperativas e empreendedores individuais – durante dois dias dedicados à comercialização. “Faz muita diferença, porque nós entramos em contato com o lojista, sem ter mais o atravessador. Então, a gente vê o gosto do lojista, que lida diretamente com o consumidor e passa pra gente muita idéia do que o mercado está precisando”, destacou a artesã Josélia Maria dos Santos, da Associação de Cultura e Arte – Cultuarte, que garantiu encomendas para São Paulo, Brasília, Rio Grande do Norte e Alagoas.

As encomendas, inclusive, são um grande diferencial da Rodada de Negócios. “Mesmo que a gente não feche o negócio no momento, isso não quer dizer que, no futuro, não vá fazer. Eu, por exemplo, tenho uma cliente potiguar para quem vendo desde a minha primeira Rodada”, afirmou a artesã Carolina Leão, que, além do Rio Grande do Norte, fechou negócios com empresários de Salvador, Brasília e São Paulo. Para o presidente da Associação de Auxílio Mútuo dos Oleiros de Maragogipinho, Denisval de Souza, a Rodada também serviu para divulgar mais o trabalho. “Nossas peças foram bem aceitadas. Temos encomendas para São Paulo e Brasília e o próximo passo é enviar o catálogo virtual para que os compradores escolham as peças e a quantidade”, comemorou.

Os próprios empresários reconhecem a vantagem: “Você ganha muito tempo. Tem uma avaliação simultânea de produtos similares e também a oportunidade de conhecer novos produtos, constituir novos parceiros e, a partir daí, aqueles que forem aprovados no mercado, vão ter continuidade”, explicou José Cavalcante, dono de uma loja de artesanato e decoração em Alagoas. A lojista do Rio Grande do Norte, Maria Zilma de Medeiros, complementa: “Já é a minha terceira Rodada e sempre participo levando coisas novas que, na minha loja, é um diferencial”.

De 2008 pra cá, o evento cresceu em participação, tanto de artesãos quanto de compradores. “O que a gente percebe, das versões anteriores para essa agora, é o fortalecimento do protagonismo dos artesãos. Estamos dando mais autonomia para eles tomarem as decisões e entenderem que são os empreendedores desse negócio”, enfatizou a integrante da equipe de Supervisão da Economia Criativa do Sebrae, Luciana Santana. A parceria com o Mauá também foi ressaltada. “As nossas ações são de complementaridade. O Mauá entra com alguns programas e capacitações; o Sebrae faz a complementaridade com ações de empreendedorismo e de gestão. E o esforço desses dois organismos é que dá esse resultado mais completo pro artesão”, arrematou Luciana.

Mauá e Sebrae/BA promovem Rodada de Negócios

julho 27, 2011 by  
Filed under Notícias





Oportunidade de comercialização e geração de renda para os artesãos baianos, a Rodada de Negócios chega a sua 4ª edição em mais uma parceria do Instituto Mauá com o Sebrae/BA. O evento traz, para a capital baiana, 20 empresas de diversos cantos do país, como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Amazonas, Rio Grande do Norte e Alagoas, dispostas a conhecer e adquirir o legítimo artesanato produzido no Estado.

Ao todo, 27 artesãos participam da Rodada, indicados pelo Sebrae e pelo Mauá. Entre as tipologias contempladas, a típica cerâmica de Lençóis, a cestaria e trançado de Barreiras e Itiúba, o artesanato em coco de Baixios e o aproveitamento de material de Salvador que dá forma a orixás e baianas. “Além da negociação direta, entre artesãos e empresários, a Rodada abre a possibilidade para negócios futuros”, pontuou a diretora geral do Mauá, Emília Almeida.

A abertura será nesta quarta-feira (27), às 20h, no Hotel Golden Tulip, Rio Vermelho, com a palestra “O Acesso a Mercados para o Artesanato”, ministrada pelo empresário do ramo de distribuição de objetos de design, Marco Aurélio Saad. As rodadas de negociação têm início na quinta, das 8h30 às 18h, e seguem até sexta-feira, das 8h30 às 15h30, no próprio Hotel.

A Rodada - Iniciativa inédita do Sebrae/BA e Mauá, a Rodada de Negócios foi lançada em 2008, atingindo um saldo de vendas superior a R$ 54 mil em apenas um dia de evento. No ano seguinte, ampliada para dois dias, a Rodada ultrapassou os R$ 155 mil em vendas diretas e encomendas. Em 2010, já consolidada como porta de acesso dos artesãos ao mercado do varejo, a Rodada gerou mais de R$ 47 mil em negócios realizados, além das parcerias firmadas durante os seus dois dias e que renderam R$ 470 mil.

Encontro de Artesãos debate estratégias de fomento

março 29, 2011 by  
Filed under Notícias





Cerca de 400 artesãos, de 25 localidades baianas, compareceram ao IV Encontro de Artesãos promovido pelo Instituto Mauá, em parceria com o SEBRAE/BA, em homenagem aqueles que se dedicam ao ofício artesanal. O evento também é o momento de troca de experiências e de debate de alternativas para aprimorar a gestão de políticas públicas para o setor.

“É preciso ter espaços de troca de opiniões, mas que tenha também esse caráter de reciclagem e de trazer novas informações e perspectivas, aprofundando a relação dos artesãos entre eles e com o próprio Mauá”, destacou o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre, Nilton Vasconcelos. Na oportunidade, Vasconcelos também atentou sobre a necessidade de reformulação da ocupação do Mercado Modelo, em Salvador. “É um espaço público, referência turística para o Estado e, supostamente, difusor da nossa cultura. Portanto, não podemos mais admitir que o Mercado Modelo comercialize peças não decorrentes da produção artesanal baiana”, enfatizou. A Setre, inclusive, já contatou a Saltur – órgão municipal que administra o equipamento – para viabilizar o projeto.

Ainda nesta linha, desponta a criação de um Selo do Artesanato Baiano com o intuito de certificar a produção local com uma marca própria. A idéia é que cada peça seja identificada com a sua cidade de origem, artesão responsável e a referida tipologia. O Instituto Mauá, inclusive, já faz esse levantamento sistemático da produção. “A importância do selo é que traga, junto à peça, o valor de autenticidade, evitando que haja duplicação ou cópias e fazendo com que os produtos artesanais sejam reconhecidos lá fora enquanto produto de identidade cultural da Bahia”, pontuou a diretora-geral do Mauá, Emília Almeida.

A proposta do Selo será encaminhada ao Programa do Artesanato Brasileiro – PAB, vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, com vistas a se tornar projeto-piloto do PAB na Bahia, sob a coordenação do Mauá. O próximo passo é a criação de uma comissão para estabelecer os critérios de definição das peças aptas a receberem a certificação, a exemplo da exigência de ser uma produção baiana, feita por artesãos do estado e, claro, atendendo a quesitos de qualidade.

Valorização e divulgação do artesanato – Para os artesãos, o resultado imediato é a ampliação da visibilidade do seu trabalho. “Uma vez que a produção esteja identificada e cada vez mais reconhecida, o artesão ganha com a divulgação que, por si só, já gera um reconhecimento do produto ligado às raízes culturais daquele local onde foi produzido”, explica Emília.

E são os próprios artesãos que atestam as palavras da diretora. “É com muita satisfação e prazer que faço parte dessa instituição, que nos trata com muito carinho e respeito”, afirmou a representante dos artesãos, Fátima Freitas, em seu discurso na abertura do evento. “Hoje, o Mauá nos ensina a produzir com mais qualidade para que o nosso trabalho seja conhecido e tenha mais vendagem”, completou Vivaldo dos Santos, que trabalha com cestaria e trançado no município de Irará. O presidente da Associação de Auxílio Mútuo dos Oleiros de Maragogipinho, Denisval de Souza, faz coro à atuação do Instituto: “O Mauá é a nossa representatividade”.

O IV Encontro de Artesãos da Bahia ainda reuniu palestras sobre a produção artesanal associada ao turismo, e artesanato e meio ambiente; além de apresentação de coral e do grupo artístico Boiada Multicor, do Pelourinho, e o sorteio de cinco exemplares do recém-lançado catálogo “Artesanato Baiano – Saberes e Fazeres”, produzido pelo próprio Instituto. O evento ainda disponibilizou o cadastramento gratuito dos artesãos interessados em se tornar empreendedores individuais, numa iniciativa do Sebrae/ BA. “O nosso desafio é tornar a atividade artesanal cada vez mais empreendedora e a primeira providência é se formalizar”, frisou o superintendente do Sebrae, Edival Passos.

O benefício de aderir ao Sistema Previdenciário foi adquirido desde 2008, beneficiando 18 milhões de brasileiro. Na Bahia, o número de trabalhadores formalizados atingirá a casa dos 100 mil até abril deste ano.

Cadastro Empreendedor Individual

outubro 1, 2010 by  
Filed under Notícias





Nesta segunda-feira (04), o Sebrae – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas dá início ao mutirão para legalizar trabalhadores informais de toda a Bahia. A medida se estende aos artesãos, costureiras, carroceiros, barqueiros, ambulantes, marceneiros, eletricistas e açougueiros, entre outras profissões.

O objetivo é cadastrar, pelo menos, 30 mil dos 700 mil trabalhadores que, segundo pesquisa do IBGE, se encontram em situação de informalidade no estado. A ação inclui panfletagens, divulgação em carros de som, rádio, televisão e internet.

O Mutirão segue até o dia 30 de novembro, em Salvador e em mais de 130 municípios do interior. O processo de formalização é gratuito.

A partir do registro na Lei do Empreendedor Individual, o trabalhador passa a integrar o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), o que permite a abertura de conta bancária e o acesso a linhas de financiamento especiais com juros reduzidos; entre outras vantagens.

Mais informações no Portal do Empreendedor: http://www.portaldoempreendedor.gov.br/modulos/inicio/index.htm

Rodada de Negócios é sucesso de vendas

julho 29, 2010 by  
Filed under Notícias





Foi encerrada, no início da tarde desta quinta-feira (29), a 3ª edição da Rodada de Negócios, promovida em parceria pelo Instituto Mauá e o Sebrae/BA. Após dois dias de negociação direta entre artesãos e empresários no Hotel Mercure, no Rio Vermelho, o saldo de vendas manteve as boas marcas dos anos anteriores e deixou satisfeitos os participantes.

“Nós, habitualmente, temos contato com pequenos lojistas e, num evento desses, além de trabalhar com as grandes redes de lojas, com um potencial de compra muito maior, descobrimos novos mercados. Então, pra nós, foi muito gratificante e estamos tendo um retorno muito bom”, comemorou a presidente do Bem Bahia Arte e Artesanato, Selma Santos, contanto que conseguiu fechar, pelo menos, 15 contratos, com um cronograma para negociação no período de 30 dias.

O presidente da Associação de Auxílio Mútuo dos Oleiros de Maragogipinho, Denisval de Souza, que participou da Rodada pelo segundo ano consecutivo, também estava feliz com os mais de R$ 2 mil em vendas e a expectativa de negócios futuros. “A gente ainda vai negociar pedidos de encomendas, e os clientes têm se mostrado empolgados de fechar novos negócios”, afirmou.

Além de Maragogipinho, a Rodada de Negócios reuniu 20 comunidades artesanais do interior do estado nas quais o Instituto Mauá e o Sebrae desenvolvem algum tipo de atividade, como cursos de capacitação e a aquisição de produtos. Participaram associações dos municípios de Santa Brígida, Esplanada, Nova Soure, Saubara, Entre Rios, Valente, Rio de Contas, Vitória da Conquista, Rodelas, Iaçu, São Sebastião do Passe e Lauro de Freitas; e artesãos autônomos de Salvador, que tiveram a oportunidade de comercializar suas peças frente a frente, sem qualquer intermediação, com lojistas de toda a Bahia e dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Brasília, Rio Grande do Norte e Ceará.

“A avaliação dos empresários também foi fantástica. Primeiro, porque aumentamos o tamanho do evento e, a partir de pesquisa feita junto a consultores de mercado, desenvolvemos novos produtos; inclusive, com a possibilidade de criar peças exclusivas para cada lojista, com pequenos detalhes com a cara da empresa, dentro do que o cliente pede, criando pequenas diferenças sem descaracterizar o artesanato”, destacou a consultora do Sebrae/BA, Marília Falcão. Para ela, a parceria do órgão com o Instituo Mauá é fundamental para o sucesso do evento. “O Mauá é imprescindível; é parceiro nosso já há algum tempo, nós apóia em tudo, e têm artesãos que enriquecem com a diversidade e qualidade de produtos”, ressaltou.

Ao todo, a 3ª Rodada de Negócios reuniu 32 compradores de todo o Brasil e envolveu, diretamente, 40 artesãos baianos; afora os demais integrantes das diversas associações participantes, que serão indiretamente beneficiados.

Mauá e Sebrae/BA promovem Rodada de Negócios

julho 28, 2010 by  
Filed under Notícias





Fruto da parceria de sucesso entre o Instituto Mauá e o Sebrae/BA, a Rodada de Negócios chega a sua 3ª edição nos dias 28 e 29 de julho, no Hotel Mercure, no Rio Vermelho. Serão dois dias de intercâmbio comercial direto entre artesãos de Salvador e interior do estado, e representantes de grandes redes de loja de todo o país. O coquetel de lançamento acontece nesta terça-feira, às 19h, no Foyer do auditório do Sebrae.

Sucesso absoluto nas duas primeiras edições, a expectativa para este ano é de superar as boas marcas já alcançadas. Em 2008, em apenas um dia de Rodada, os negócios ultrapassaram os R$ 54 mil, beneficiando mais de dois mil artesãos. Ano passado, o total de vendas diretas, incluindo pedidos de encomendas, superou o valor de R$ 155 mil em dois dias de Rodada, envolvendo 18 comunidades artesanais do interior – selecionadas a partir de critérios de produtividade e qualidade – e 20 lojistas da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Alagoas e Espírito Santo.

“É uma maneira de aproximar os empresários dos núcleos produtivos de artesanato da Bahia, ratificando a atividade artesanal enquanto fonte geradora de emprego e renda”, afirmou a diretora geral do Mauá, Emília Almeida. “Ao consolidarmos os canais de venda direta, estamos assegurando não apenas o escoamento da produção, mas também fomentando a produção local e ajudando a difundir, ainda mais, a legítima cultura da Bahia”, completou.

Programação - Na quarta-feira (27), as atividades seguem durante todo o dia, das 8h30 às 18h30. Na quinta (28), a Rodada acontece das 8h30 às 13h. O Hotel Mercure fica na Rua Fonte do Boi, 215.

Mauá e Sebrae/BA promovem rodada de negócios

dezembro 15, 2009 by  
Filed under Notícias

Comentários desativados





De um lado, representantes de grandes redes de loja do país; do outro, comunidades artesanais baianas. Frente a frente, empresários e artesãos em intercâmbio comercial direto durante dois dias inteiros dedicados à Rodada de Negócios promovida pelo Sebra/BA, em parceria com o Instituto Mauá. “Além de aproximar os núcleos produtivos de artesanato das grandes cadeias de lojistas, ampliando e consolidando os canais de vendas e incrementando a produção local, a iniciativa promove e valoriza o segmento artesanal baiano em nível nacional”, destacou a diretora do Mauá, Emília Almeida.

O encontro no Othon Palace Hotel, em Salvador, reuniu vinte compradores de diversos cantos do país, exportadores e artesãos de 18 comunidades do interior da Bahia, selecionadas a partir de critérios de produtividade e qualidade. O saldo das vendas, somadas aos pedidos de encomenda, ultrapassou a marca dos 155 mil reais.

Foi a 2ª edição da Rodada, ratificando o sucesso da parceria que, em 2008, em apenas um dia de negociações na própria sede do Mauá, na Barra, superou os R$ 54 mil em vendas.